segunda-feira, 13 de outubro de 2008

- Alô. Estou ligando para pedir que você morra. Assim eu posso deixar de sufocar sempre que pensar na sua inércia e na minha incapacidade de te modificar. E você precisava ser modificado. Eu falhei. Eu me odeio por ter falhado. Eu te odeio por ter me deixado falhar. Eu te odeio por ter me deixado. Eu te odeio. Por favor, morra.

Um comentário:

Coletivo Arcada Dentária disse...

só aceitaria morrer se for para sermos felizes para sempre. sem reticências. fim.